segunda-feira, 14 de julho de 2014

TRABALHANDO EM EQUIPE

Ontem foi o final da Copa no Brasil. Alemanha, campeã!

Essa copa me fez considerar e avaliar algumas coisas sobre trabalho em equipe. Acredito que um dos motivos pelos quais a Alemanha foi campeã, muito foi em função de um trabalho em equipe. Ninguem dizia que a Alemanha iria ganhar porque no time tinha esse ou aquele jogador excepcional. Todos os jogadores conheciam bem o seu papel e tinham um compromisso de trabalhar em função do time.. Ninguém era estrela. O time era estrela e não indivíduos.

Fiquei pensando que no trabalho de Deus, especialmente na obra missionária. é impossível fazer qualquer trabalho significativo pra Deus independente de uma equipe. No trabalho de Deus não dá pra ter estrelas, super dotados, líderes fortes que geram dependência no resto do time. Se ele falhar, toda a equipe fracassará. Não precisamos ir muito longe de nós para vir à memória tantos líderes poderosos que infelizmente se sentiam tão bons que caíram.

Eu faço parte de uma equipe de liderança e quando penso em mim mesma, não tenho muitas habilidades, e na equipe não há também superdotados,  mas em trabalhando juntos, algo de especial acontece que juntos nos fortalecemos.Ninguém é "poderoso" pra ser independente, mas todos somos conscientes de nossas próprias habilidades e inabilidades então somos codependentes. O estrela é Jesus. De Cristo sim, somos todos dependentes, totalmente dependentes.

Reconheço que no fundo do coração, eu desejei ser estrela, a expert, a perita,  mas graças a Deus que nunca fui. Hoje, assistindo a esses jogos me dou conta do que quero ser. Apenas uma ótima jogadora que sabe trabalhar em equipe. Sozinha eu pereço, mas juntos, com todos os nossos esforços, dedicaçao, disciplina, dependência de Deus, chegamos lá.  Bem.... se você é cristão, seguramente você irá encher esse texto de princípios bíblicos ditados por Cristo, pelos Apóstolos, etc.... Que Deus nos ajude a sermos humildes e a sermos codependentes de nossos outros irmãos que igualmente querem ajudar a expandir o Reino de Cristo aqui na terra.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Curvar-se para olhar para dentro


"Maria, porém, ficou à entrada do sepulcro, chorando. Enquanto chorava, curvou-se para olhar dentro do sepulcro" (João 20:11 NVI)

Recentemente estava lendo sobre a ressurreição de Jesus no livro de João. O texto relata  que era cedo ainda quando Maria Madalena foi levar especiarias para colocar no corpo de Jesus. Ao chegar lá, enfrenta um grande problema: A pedra que fechava o túmulo havia sido removida. O que será que aconteceu? Onde botaram o corpo do meu mestre? Vendo o túmulo aberto, ela sai correndo para avisar aos discípulos. Posso imaginar a adrenalina, a ansiedade, o coração na boca que a levou a sair correndo.

Ao dar a notícia para Pedro e João, eles também saíram correndo para ver se de fato isso era verdade. Apenas quando chegaram ao local e viram com os próprio olhos o túmulo vazio, então creram.

Quando esses discípulos saem correndo em direção ao sepulcro, Maria Madalena, volta com eles e eu imagino que correndo também. Chegando lá, os discípulos constatam que de fato o túmulo estava vazio. O que fizeram? Voltaram.Já tinham a informação que precisavam.  Deixaram Maria sozinha. Ela fica chorando. Imagine o coração, a dor, tentando entender o que aconteceu. Será que roubaram o corpo? Mudaram ele de lugar e quem saberia dizer onde o puseram?

Ali sozinha, com o coração quebrantado, ela se curva pra olhar pra dentro do sepulcro e ao se curvar, vê dois anjos. Perguntam a ela o motivo do choro e ela diz. Nesse meio tempo, Jesus aparece em cena. Chega por detrás dela. Ela pensa ser o jardineiro. Jesus também faz a pergunta: "porque você esta chorando?" Ela só queria saber onde estava o corpo. Tão ansiosa estava que não percebeu que esse homem com cara de jardineiro, era o próprio Jesus.

Suas emoções não a ajudaram a reconhecer a Jesus. Ele tinha um jeito especial, um tom diferente  quando dizia o seu nome. Ele a chamou- Maria!  Apenas nesse momento, ao ouvir a sua voz, com aquele tom especial, ela diz: - Raboni! que quer dizer Mestre.

Esse texto me fez pensar um pouco sobre a maneira como enfrentamos os problemas da vida. Pedro e João, discípulos de Jesus, homens que andavam com Ele, enfrentavam o mesmo problema da Maria. Ao tomar conhecimento do ocorrido, foram correndo para o sepulcro para saber se de fato era o que aquela mulher estava relatando. Ao constatarem que era fato, que o corpo não estava ali, simplesmente voltaram com essa informação e pronto.

Maria Madalena ao se deparar com o problema, até correu pra dizer aos outros o que aconteceu, mas depois ela volta para o seu "problema" e mesmo chorando, entra em contato com a sua dor, fica ali parada como que analisando tudo, como que se perguntando, o que vamos fazer.

Algumas ações de Maria: Ela chorou, curvou-se e olhou para dentro. Acho que é ai onde perco muitas oportunidades de receber revelações de Deus. Eu não quero parar e olhar o problema de frente. Eu até tomo conhecimento do problema, mas num olhar meio que rápido, correndo, não me detenho. Os discípulos até que se curvaram, e entraram dentro do sepulcro, mas rápido, não se detiveram para analisar, porque parece que isso causa ainda mais sofrimento. melhor não ver muito de perto, porque olhar muito de perto, parece que causa mais dor.

No momento em que eu paro de correr, mesmo com o coração quebrado mas me permito olhar para dentro, como Maria o fez, e dou o tempo suficiente para isso, eu permito que Deus venha com sua luz, como vieram os anjos e o próprio Cristo apareceu. A Bíblia relata que depois que ela se curvou e olhou para dentro, ela pode finalmente ver a Jesus.

A primeira aparição de Jesus, depois da ressurreição, foi a uma mulher e não a seus discípulos. Uma mulher que se permitiu não fugir do problema, não dormiu pra esquecer mas estava ali, curvada pela dor, mas ela pode ver o Senhor.

O texto termina dizendo que depois que Jesus se apresenta a Maria, ela volta para os discípulos mas agora pra dizer, não onde estava o corpo de Jesus, mas para dizer, "eu vi o Senhor! Ele está vivo!  Esse texto me dá uma dica de que se quero ver Jesus nas dinâmicas dos meus problemas, a via é essa: mesmo chorando, curvar-me e olhar para dentro! Quando o fizer, que Ele tenha misericórdia e permita-me vê-lo no meio dos problemas.

quinta-feira, 28 de março de 2013

NÃO HÁ MAIS PESSOAS QUE NOS INSPIRAM


Essa foi a afirmação que eu ouvi duas vezes só nessa semana. E o mais interessante, eu ouvi de dois homens adultos, pessoas que tem um ministério bem sucedido. Interessante não é verdade? Exatamente nesse momento em que muitos "homens da fé" tem aparecido na televisão com igrejas enormes, audiência fenomenal. Mas eles nos inspiram? Desperta em nós o desejo de nos tornarmos semelhantes? Imitá-los?  Porque não estamos produzindo gente que nos inspiram?

Enquanto eu pensava sobre o assunto, li uma das mensagens escrita pelo Dr. Bill Bright, fundador da Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo. Na mensagem "Como Ajudar  no Cumprimento da Grande Comissão" Dr. Bill Bright menciona claramente que ele viveu intencionalmente em função da causa de Cristo. Tudo em sua vida era em função de uma visão que Deus deu a ele, de alcançar os universitários para Cristo. O seu raciocino sempre era: Há uma causa mais nobre pra eu me dedicar? Há um líder melhor do que Jesus Cristo? Há alguma mensagem tão transformadora como a mensagem de Jesus? Se não há, então como cristãos regenerados só nos resta nos submetermos a Ele e deixá-lo que nos use segundo a sua vontade.

Dessa forma, Dr. Bill Bright foi para mim uma inspiração e um tremendo privilégio conhece-lo pessoalmente. Ele já está com o Senhor, mas continua me inspirando na medida em que leio suas mensagens, ouço testemunhos de  pessoas que tiveram suas vidas impactadas por suas mensagens, quando vejo o número de missionários no mundo que estão servindo de tempo integral dentro da Cruzada Estudantil. Ah que Deus me ajude a ser influencia na vida de muitas pessoas!

Há um vídeo no Youtube que voce pode assistir que foi feito em homenagem a esse homem que viveu para Deus. A melodia da música também é inspiradora. Acesse: http://www.youtube.com/watch?v=p3FYVXfRNeM

quinta-feira, 14 de março de 2013

Congresso Estudantil Alfa e Ômega 2013!

 
Promovido pelo Movimento Estudantil Alfa e Ômega a cada 2 anos, esse evento reúne universitários cristãos de todo o país que sonham em ver movimentos espirituais em todos os lugares até que cada pessoa conheça alguém que verdadeiramente segue a Cristo.
 
Um tempo interativo de visão e capacitação com gente de cada canto do Brasil, num ambiente muito divertido.

O Movimento Estudantil Alfa e Ômega é um ministério da Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo.

Mais informações, acesse o site do Alfa e Omega: http://alfaeomega.org.br/congresso2013/

terça-feira, 18 de setembro de 2012

"Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento" (Prov. 3:5)
Evite o Excesso de Raciocínio

A Palavra de Deus nos ensina a não confiar em nosso próprio entendimento. Isso significa simplesmente que não precisamos perder nosso tempo tentando entender coisas que só Deus sabe. Não significa que não devemos pensar sobre as coisas, mas significa que não devemos nos tornar obcecados pelos desafios e os conflitos que aparecem diariamente. Deus nos convida a simplificar nossa vida confiando Nele e vivendo em fé, mas a confiança sempre significa que teremos perguntas não respondidas em nossa vida. Se soubéssemos tudo, não precisaríamos de Deus! Admita que você não sabe de tudo e não se preocupe com isso. Não é o seu trabalho ter todas as respostas; seu trabalho é confiar em Deus para dar as respostas no tempo certo.

Trecho extraído do capítulo 39 do livro 100 maneiras de Simplificar sua Vida
Joyce Meyer
Editora Bello Publicações

domingo, 22 de abril de 2012

MISSAO INTEGRAL - HISTÓRIA E CONCEITO

Estava buscando vídeos e artigos sobre missão integral. Deparei-me com um vídeo onde o Pr. Ed Rene Kivitz, da Igreja Batista de Agua Branca, dá uma aula muito bem elaborada sobre o conceito e a história da Missão Integral. Vale a pena separar um tempo com calma para ouvi-lo, visto que ele faz um apanhado na história sobre o assunto.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

ALMAS E MENTES

Estimulado por William Lane Craig, fui ler Charles Malik (1906--1987), um embaixador libanês, que presidiu a ONU e que em 1980 disse as seguintes importantes palavras:

"O problema não é apenas ganhar as almas, mas também salvar as mentes. Se você ganha o mundo inteiro e perde a mente do mundo, logo descobrirá que você não ganhou o mundo. Na verdade, perceberá que, na realidade, perdeu o mundo".

Por isto, "cristãos responsáveis enfrentam duas tarefas: salvar a alma e salvar a mente. Se é da vontade do Espírito Santo que atendamos à alma, certamente não é da sua vontade que negligenciemos a mente".

Naquela época, ele via como uma tarefa dos cristãos "intelectualizar-se de modo que seja capaz de falar à universidade e, então, evangelizar a universidade e, assim, salvar o mundo". Para Malik, "esta é a grande tarefa, a tarefa histórica, a tarefa necessária, a tarefa exigida em alto e bom som pelo próprio Espírito Santo".

(MALIK, Charles H. Malik. The Two Tasks. Journal of the Evangelical Theological Society. JETS 23:4, Dec 1980).

Como cumprir esta tarefa, se o anti-intelectualismo ainda é forte no meio cristão?

Pr. Israel Belo de Azevedo
Se você deseja ler a mensagem na íntegra, clique aqui: http://prazerdapalavra.com.br/bom-dia/5481-bom-dia-almas-e-mentes.html

terça-feira, 27 de março de 2012

FRUTOS EM QUALQUER ESTAÇÃO DA VIDA

Li hoje o texto abaixo que está em Jeremias 17:5-8 - Bíblia Sagrada.

"Assim diz o Senhor: Maldito é o homem que confia nos homens, que faz da humanidade mortal a sua força, mas cujo coração se afasta do Senhor. Ele será como um arbusto no deserto não verá quando vier algum bem. Habitará nos lugares áridos do deserto, numa terra salgada onde não vive ninguém.

Mas bendito é o homem cuja confiança está no Senhor. Ele será como uma árvore plantada junto às águas e que estende as suas raízes para o ribeiro. Ela não temerá quando chegar o calor, porque as suas folhas estão sempre verdes; não ficará ansiosa no ano da seca, nem deixará de dar fruto"

Ao ler e reler esse texto concluo que quando realmente confiamos em Deus e colocamos nele a nossa fé, a nossa esperança, não importa em qual momento de vida estejamos, no calor do verão ou no cinza do inverno, não é preciso temer porque sempre daremos frutos!!

segunda-feira, 5 de março de 2012

TUDO NOVO

No começo do mês passado, participei de um retiro de minha igreja. Um retiro trimestral oferecido pela Igreja Batista do Povo. Deus me deu a alegria de ser uma das preletoras nesses retiros. Sempre falo sobre a Nova Vida em Cristo.
Cada retiro, saio mais convencida do quanto temos que ensinar as pessoas sobre as bases do Cristianismo. Muitas pessoas ainda pensam que se tornar cristão significa mudar de religião, ou frequentar uma nova religião ou mesmo tentar mudar suas vidas para se tornarem merecedoras de Deus.
O novo nascimento na verdade é produzido por uma ação do Espírito Santo quando esse entra em nossas vidas. Uma coisa é ter Jesus morando do lado da gente e outra é permitir que o dono da vida more dentro de nós. Quando falamos de novo nascimento, estamos falando sim de mudanças, mas uma mudança que começa de dentro pra fora e inicia-se quando convidamos Cristo para entrar em nossas vidas, tornando-se o nosso único Deus e Senhor.
Foi lindo nesse retiro conversar com muitas pessoas que entenderam que por mais que se esforcem, elas mesmas não podem gerar essa mudança de natureza e além disso, não depende de nossas grandes ou pequenas boas obras. É pela graça. Nada que eu faça torna-me menos ou mais merecedora de Jesus. Ele na verdade é quem me aceitou, Ele que entrou em mim e gerou em mim uma nova natureza.
Sou realmente feliz pelo simples fato de entender que a graça de Deus tornou-se super abundante em minha vida. Busco sim fazer coisas boas pra Deus, não para que Ele me aceite, mas sim, como fruto da minha gratidão a tudo o que Jesus fez e demonstrou ali na cruz do Calvário.
Por isso, posso cantar com Ana Paula e André Valadão.
http://www.youtube.com/watch?v=DVGIOVbsrr0

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Cuidando dos que cuidam!

Pertenço a uma equipe de Líderes que tem a preocupação em pensar no desenvolvimento de novos missionários e no cuidado/pastoreio da América Latina. No começo do mês, nossa reunião foi em Miami. Foto acima.
Quando olhamos para os nossos missionários, que de certa forma, damos tão pouco a eles, tendo que levantar seu próprio sustento pra trabalhar, tê-los conosco por longos anos é realmente um verdadeiro milagre. Realmente esse trabalho é de Deus e Ele tem sustentando esse grupo.

Voltei animada para retomar algumas ações bem pontuais . Uma delas é trabalhar um plano de desenvolvimento pessoal, utilizando recursos como “Avaliação 360°”, uma ferramenta de gestão de pessoas, que busca analisar o desempenho da pessoa em função das atividades que realiza. O objetivo final é traçar um plano de desenvolvimento pessoal, que será acompanhado pelo líder espiritual de cada missionário. Entendo que isso é cuidado do missionário. Trabalhar junto com ele um plano para que ele mesmo busque crescimento.

Sou grata a Deus por tantas oportunidades que Ele tem me proporcionado para ampliar minha visão sobre quem é Deus e daquilo que Ele pode fazer através de mim. Trouxe na bagagem o encorajamento pelo simples fato de focar-me naquilo que eu tenho e não no que me falta. Quando uma viúva, cujo marido a deixou com dívidas foi procurar o profeta Elizeu, ao ouvir a triste história, Elizeu não se ateve muito ao que faltava a ela, mas a pergunta dele foi: o que é que você tem? 2Reis 4. Nessa viagem, Deus me fez olhar para o que eu tenho e com isso que eu tenho, Ele pode fazer o sobrenatural.

Sinto-me cuidada por tantos que tem me acompanhado ao longo do tempo com orações, amizade, carinho e financeiramente. Sou realmente grata!