sábado, 31 de março de 2007

RETIRO DE LIDERANÇA


Do dia 26 a 30 de março, estive em retiro com a liderança da Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo no Centro de Conveções Santa Mônica, em Guarulhos. Fomos expostos a uma capacitação sobre Quatro Competências, ou Papéis do Líder. Uma abordagem bíblica e atual sobre a forma de liderar. Trabalhamos bastante com estudos de situações reais que enfrentamos no ministério. Um tempo exaustivo mas muito edificante. A Cruzada Estudantil no Brasil está hoje com quase 150 missionários de tempo integral e uma das coisas que urge, é, como líderes aprendermos a trabalhar em equipe. Muito interessante. Tivemos a oportunidade de ouvir Andrea Buczynski, que compõe o grupo de liderança mundial em recursos humanos e Rolando Justiniano, diretor da América Latina.

domingo, 25 de março de 2007

MOVIMENTO INTERNACIONAL DE ORAÇÃO - DIA 24 DE ABRIL

Una-se ao Movimento Internacional de Oração da Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo ao redor do mundo. No dia 24 de abril, mais de 26 mil missionários de tempo integral estarão em retiro de oração e jejum, clamando a Deus em favor da terra, com base em 2 Cronicas 7:14. Clique no título acima para acessar o site internacional, onde você obterá os motivos de oração do mundo.

terça-feira, 6 de março de 2007

UNIVERSIDADE! UM LUGAR INÓSPITO AO EVANGELHO?

Por acreditar em missões não somente lá, mas também aqui, transcrevo abaixo um depoimento da Érica Reis, uma nova missionária que trabalha entre os estudantes universitários. Ela faz parte do Movimento Alfa e Omega, um dos ministérios da Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo.

"Uma das experências mais marcantes para mim no Campus foi conversar com uma estudante de Biologia de 21 anos. Fiquei impressionada quando ela me disse que se morresse naquele momento não faria a menor diferença, pois, já havia vivido o suficiente para saber que a vida não valia a pena. Pude perceber que ela estava sendo sincera quanto àquela afirmação. Compartilhei meu testemunho pessoal e enfatizei que a única maneira da vida ter sentido é recebendo a Cristo e vivendo para Ele; mostrei também como ela podia fazer isto. Realmente fiquei com um peso no coração por aquela menina, pela sua falta de perspectiva e completa desesperança da vida e dos relacionamentos.

O que também me impressiona é a idéia que algumas pessoas têm sobre as universidades, como se fossem lugares inóspitos ao Evangelho. No entanto, o que eu tenho presenciado é muita correria, estudo, festa, carentes de amor, de atenção e sedentas por Deus. É visivel que os campos estão brancos nas universidades e é um privilégio, para mim, poder fazer parte desta colheita"