terça-feira, 27 de março de 2012

FRUTOS EM QUALQUER ESTAÇÃO DA VIDA

Li hoje o texto abaixo que está em Jeremias 17:5-8 - Bíblia Sagrada.

"Assim diz o Senhor: Maldito é o homem que confia nos homens, que faz da humanidade mortal a sua força, mas cujo coração se afasta do Senhor. Ele será como um arbusto no deserto não verá quando vier algum bem. Habitará nos lugares áridos do deserto, numa terra salgada onde não vive ninguém.

Mas bendito é o homem cuja confiança está no Senhor. Ele será como uma árvore plantada junto às águas e que estende as suas raízes para o ribeiro. Ela não temerá quando chegar o calor, porque as suas folhas estão sempre verdes; não ficará ansiosa no ano da seca, nem deixará de dar fruto"

Ao ler e reler esse texto concluo que quando realmente confiamos em Deus e colocamos nele a nossa fé, a nossa esperança, não importa em qual momento de vida estejamos, no calor do verão ou no cinza do inverno, não é preciso temer porque sempre daremos frutos!!

segunda-feira, 5 de março de 2012

TUDO NOVO

No começo do mês passado, participei de um retiro de minha igreja. Um retiro trimestral oferecido pela Igreja Batista do Povo. Deus me deu a alegria de ser uma das preletoras nesses retiros. Sempre falo sobre a Nova Vida em Cristo.
Cada retiro, saio mais convencida do quanto temos que ensinar as pessoas sobre as bases do Cristianismo. Muitas pessoas ainda pensam que se tornar cristão significa mudar de religião, ou frequentar uma nova religião ou mesmo tentar mudar suas vidas para se tornarem merecedoras de Deus.
O novo nascimento na verdade é produzido por uma ação do Espírito Santo quando esse entra em nossas vidas. Uma coisa é ter Jesus morando do lado da gente e outra é permitir que o dono da vida more dentro de nós. Quando falamos de novo nascimento, estamos falando sim de mudanças, mas uma mudança que começa de dentro pra fora e inicia-se quando convidamos Cristo para entrar em nossas vidas, tornando-se o nosso único Deus e Senhor.
Foi lindo nesse retiro conversar com muitas pessoas que entenderam que por mais que se esforcem, elas mesmas não podem gerar essa mudança de natureza e além disso, não depende de nossas grandes ou pequenas boas obras. É pela graça. Nada que eu faça torna-me menos ou mais merecedora de Jesus. Ele na verdade é quem me aceitou, Ele que entrou em mim e gerou em mim uma nova natureza.
Sou realmente feliz pelo simples fato de entender que a graça de Deus tornou-se super abundante em minha vida. Busco sim fazer coisas boas pra Deus, não para que Ele me aceite, mas sim, como fruto da minha gratidão a tudo o que Jesus fez e demonstrou ali na cruz do Calvário.
Por isso, posso cantar com Ana Paula e André Valadão.
http://www.youtube.com/watch?v=DVGIOVbsrr0