sexta-feira, 25 de maio de 2007

CONCENTRAÇÃO PÚBLICA PARA ORAÇÃO

Dias 26 e 27 de maio, haverá em vários lugares uma concentração pública para oração em favor do mundo. É evidente que precisamos continuar orando em favor de alguns pontos relevantes: Deus está convocando o seu povo para orar!

Individual: Quebrantamento, confissão e abandono do pecado e vida de santidade;
Família: Cura de relacionamentos e salvação de parentes e vizinhos;
Igreja: Unidade do Corpo de Cristo, fidelidade à Bíblia e avivamento que gere evangelismo discipulado e missões;
Cidade: Paz em minha cidade, por uma igreja comprometida com a transformação da nossa cidade, pela moralização social, política, econômica, extinção da criminalidade, pela redenção e restauração das famílias.
Brasil: Transformação social, econômica, política e espiritual do nosso país, trazendo retidão e justiça de Deus; pelas autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciários; dos governos Federal, Estadual e Municipal: Presidente e Vice-Presidente da República, Ministros, Deputados, Senadores, Governadores, Prefeitos, Juízes, Promotores, Policiais e outros.
Mundo: Uma igreja para cada povo, a Bíblia traduzida para todas as línguas e o Evangelho acessível para cada pessoa no Brasil e no mundo.

ESCOLHAS

No começo deste ano, a Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo, iniciou mais um ministério: “ESCOLHAS”.
Escolhas é um programa de desenvolvimento de caráter e habilidades em que os jovens são capacitados a fazerem escolhas que irão impactar positivamente suas vidas e a sociedade. Este programa aborda desde prevenção ao HIV/AIDS e outros problemas sociais, como consumo de drogas, álcool, gravidez precoce, violência e criminalidade. É um programa direcionado para jovens de 11 a 15 anos.
Mais de 11.000 mil pessoas são infectadas pelo HIV diáriamente. A cada minuto, oito pessoas se contaminam com o vírus. Destes, 50% são jovens de até 24 anos. Pensando nisso, estamos com um projeto piloto em duas escolas, um deles no Liceu de Artes e Oficios de São Paulo. Nesta escola, os jovens participam como matéria optativa e já temos visto alguns resultados.
Temos alguns professores voluntários trabalhando com Rosana Guh, missionária de tempo integral, coordenadora desse projeto.
Este é mais um esforço da Cruzada Estudantil, buscando ajudar a suprir um mundo de necessidades. Você também poderá fazer parte, ajudando em oração ou se você é profissional da saúde e educação, está sendo programado um congresso em outubro. Fique por dentro!

quinta-feira, 10 de maio de 2007

Trabalhando em Equipe

Nestes dois últimos dias estive "retirada" com a Equipe Executiva Nacional da Cepc. Essa equipe composta de 9 pessoas, das quais eu faço parte é uma representação do corpo de missionários da cepc no Brasil, que pretende JUNTOS pensar no futuro da missão no Brasil. Terminei esses dois dias de trabalho extremamente animada em ver como juntos produzimos melhor que separados.
Recentemente nosso diretor nacional deixou a sua posição e em nossas mentes, esperávamos a indicação de uma pessoa para ser o diretor nacional. Rolando Justiniano, boliviano, Diretor para América do Sul e diretor interino do Brasil, depois de vários dias ministrando sobre a importância do trabalho em equipe e sobre estilos de liderança, escolheu um grupo de missionários para compor a chamada Equipe Executiva Nacional da cepc no Brasil: São eles, Junior e Angela dos Santos, Jonas e Geni, Luis Valter e Jucilene, Kátia, Gilberlei e eu.
É bastante trabalhoso trabalhar assim. Implica em investimento de tempo, dinheiro, ânimo, mas como vale a pena. Em cada encontro percebemos como vamos nos alinhando e aprendendo um com outro. Ainda estamos na fase de muitas discussões mas posso afirmar que tenho aprendido muito mais assim do que qualquer curso sobre trabalho em equipe e liderança. É a famosa sinergia!
Se pensamos em alcançar o Brasil para Cristo e aqui ha tanta diversidade, não é possível pensar que uma única pessoa terá a resposta. Acredito que ainda é algo novo para nós como missão e como igreja. Por causa das emergências do dia-a-dia, acabamos trabalhando sozinhos, apagando fogo muitas vezes e por fim desanimados porque sozinhos o grande esforço não teve nenhuma repercussão.
Na época bíblica, quando os Amalequitas vieram atacar a Israel, Moisés disse a Josué: "escolha alguns dos nossos homens e lute contra os amalequitas. Amanhã tomarei posição do alto da colina, com a vara de Deus em minhas mãos". Moisés de fato foi para a colina com a vara de Deus na mão, mas ele sozinho não aguentou ficar ali com os braços levantados, indicando a dependencia de Deus. Apareceram na jogada Arão e Hur para segurarem as mãos de Moisés porque sozinho ele não conseguia mais manter os braços levantados. Interessante que até uma pedra "apareceu" no pedaço para que Moisés sentasse. Quem venceu a guerra? Josué?. Não, quem venceu foi a equipe, cada um deles teve uma função, até a pedra serviu ali de suporte. Aqui está um retrato de que de fato, juntos, fazemos mais do que separadamente.