terça-feira, 19 de agosto de 2008

MISSIONÁRIO É MISSIONÁRIO E PRONTO!

Recentemente meu nome saiu num jornal e ao lado do nome a descrição: "missionária de base". Ao ler, confesso que fiquei um tanto intrigada. Porque não dizer apenas missionária? Tudo bem que o "titulo" não vai acrescentar nada ao que eu faço; mas o que parece é que ao mencionar missionária de base é como se não fosse "de campo".

O que fazer então, quando o "campo" do vocacionado é ficar atrás de uma mesa, pensando em estratégias de alcance, confeccionando materiais evangelisticos, idealizando novas frentes de trabalho, etc.... Será que essa pessoa é menos missionário? Acho que é uma questão de função dentro do campo missionário. É uma questão de cada um ser usado nos dons e habilidades que Deus repartiu a cada um.

Quisera eu que Deus levantasse grandes estrategistas, que se dispossem a servir a Deus com dedicação exclusiva para pensar formas de alcançarmos as grandes metrópoles, estratégias para alcançarmos os grandes executivos, estrategias para alcançarmos os jovens, etc.... Ocorre que normalmente, apreciamos mais os realizadores do que os idealizadores. Não estou falando aqui em termos de ganhar pessoas para Cristo e discipular, porque nesse sentido, todos nós, "missionários" ou não somos chamados para dar frutos. Isso é papel de todo cristão.

Servi a meu Deus por muitos anos trabalhando de casa em casa, com campanhas evangelísticas, evangelizando universitários, treinando cristãos e preparando-os para a obra do Senhor, mas hoje meu papel é mobilizar e apoiar aqueles que estão se dispondo a servir de tempo integral. Dessa forma, meu trabalho agora tem muito maior alcance do que há anos quando eu trabalhava "apenas" em ganhar pessoas para Cristo. Hoje busco não só somar ao corpo de Cristo, mas multiplicar-me em dezenas de outros missionários.

Concluo afirmando que não depende de base ou de campo, mas simplesmente em aceitar o sim de Jesus, abrindo mão de qualquer coisa que por acaso pudesse ganhar no exercício de uma profissão secular, para depender exclusivamente de Cristo, tornando-o conhecido.

Missionário e missionário e pronto!